Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marco Aurélio e Cleopatra, o Amor e o Poder!

(Marco Antonio e Cleopatra em cena do filme "Cleopatra" de Joseph L. Mankiewicz de 1963)

Marco Antônio (Roma, 83 a.C. / 30 a.C., Alexandria) e Cleópatra (Alexandria, 69 a.C. / 30 a.C., Alexandria).

Poder, inteligência, beleza e luxúria, foi o que uniu o casal Marco Antônio – Marcus Antonius, general e triúnviro romano – e Cleópatra – Cleópatra VII Philopátor, rainha egípcia –, história de amor que se mistura com a história de Roma e Egito, não sendo possível dissocia-los ou apaga-los daquele período.  Cleópatra mulher ambiciosa e perspicaz sabia tirar proveito de seus predicados, fosse para seduzir os homens, fosse para chegar ao trono. Seu envolvimento com Marco Antônio não foi diferente dos demais, porém a estratégia política e militar acabou tomando outras dimensões e o casal passa a viver uma vida de prazeres, festas e promessas. Marco Antônio apaixonado se entrega aos encantos da bela rainha egípcia e atende a todos os seus apelos, incluindo a cessão de territórios romanos no oriente, o que lhes causaria problemas com Roma desencadeando a derrocada de ambos. O casal teve três filhos, segundo alguns registros históricos Marco Antônio teria se casado com Cleópatra conforme as tradições egípcias, legitimando assim os filhos do casal. Apesar de passarem longos períodos distantes um do outro por conta das batalhas e disputas o casal viveu uma vida sem limite, um amor visceral. Vencidos por Otávio – imperador romano – na Batalha de Ácio, Marco Antônio e Cleópatra se suicidaram em 30 a.C. e juntos foram sepultados no mausoléu real. Juntos entraram para história.


(por Meg Mamede originalmente escrito para Agenda 12 x 12 - 2014, produto concebido, produzido e comercializado por Ana Camargo Deisgn© todos os direitos reservados)


***

Comentários

Postagens mais visitadas