terça-feira, 15 de novembro de 2011

Casa Vazia


Dia de chuva e vento frio pra não fugir do habitual na cidade de Curitiba. Depois de um belo almoço, por que não um filme? Foi isso que fizemos esparramados no sofá. “Casa Vazia” do diretor sul coreano Ki-duk Kim (original Bin-jip / 3 Iron - produção de 2004 - Coréia do Sul / Japão) foi o escolhido. Um filme sem diálogos entre os protagonistas onde as imagens falam mais que palavras.
O encontro entre um invasor de casas, diferente, que passa algum tempo em casas cujos donos estão viajando, ele não rouba, ele lava, limpa e faz pequenos consertos, e uma mulher, Tae-suk, cujo casamento infeliz e a violência do marido a fez mergulhar no mundo marginal e terno de Sun-hwa. O que é sonho? O que é real? Essa é a tônica do filme. Quer saber mais? Só assistindo.
Na verdade o que me chamou a atenção foi a música que se repete e embala alguns momentos do filme, curioso não se tratar de música coreana ou japonesa e por incrível que pareça aquela voz me soou familiar, a música cantada em árabe é a canção “Gafsa” da belga com origens anglo-egípcias Natasha Atlas, cantora que ouvi muito há alguns anos atrás, e que ao ouvir novamente me trouxe algumas lembranças.
Maravilha esse mundo globalizado em que vivemos! É possível reunir, numa tarde cinzenta, sem sair de casa: bacalhau português, vinho brasileiro, filme sul coreano, música árabe, um paranaense e uma paulista. Quem precisa de mais?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita e comentário. Em breve seu comentário será publicado.

Outras viagens que podem interessar:

Related Posts with Thumbnails