sexta-feira, 18 de junho de 2010

Adeus José Saramago.

Eu gostava dele. Aquela língua afiada, aquela mente brilhante, aquele humor ácido e aquela escrita corrida, apressada, ligeira, rápida que para mim é sinal de vida.

Mas, infelizmente e diferente do seu livro onde... "No dia seguinte ninguém morreu"... eis que ela chegou para ele, assim como chegará para todos. Vai o homem e ficam as letras, as metáforas, os prêmios, a crítica, os admiradores e seu legado.

Adeus Saramago!

2 comentários:

  1. Eccomi qui nel tuo blog ad augurarti una buona serata.
    Gio'

    http://remenberphoto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Ciao Dual,

    Benvenuto qui! Abbracci.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita e comentário. Em breve seu comentário será publicado.

Outras viagens que podem interessar:

Related Posts with Thumbnails