Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Amor e a Pomba.

Sevilha, Espanha (foto by_Meg Mamede)

Venho aqui para falar do amor. Mas do amor que é meu, não de outra pessoa, ou dele, ou nosso. Do amor que emana de mim. Que está no meu coração e que só eu conheço. Alguém pode até percebê-lo, mas... ninguém o sente como eu. Porque é: o meu amor. Ele tem razão quando diz que "o Amor é como uma pomba que... costuma voar, fugir, se tentamos pegá-la, mas que permanece ao sentir-se livre". Pois então, deixo-te livre para voar ou permanecer, porque esse amor que menciono é meu, sou eu que o sinto e quero sentí-lo. Ele é meu e quero dar-te, como quando me ensinastes que o que é nosso damos a quem queremos e da maneira como queremos, seja a pessoa merecedora ou não. Mas você! Você merece todo o meu amor e... se quiser sabe exatamente onde encontrá-lo.


"Voe por todo mar e volte aqui
Voe por todo mar e volte aqui
Pro meu peito...

Se você for, vou te esperar
Com o pensamento que só fica em você

Aquele dia, um algo mais
Algo que eu não poderia prever
Você passou perto de mim
Sem que eu pudesse entender
Levou os meus sentidos todos pra você

Mudou a minha vida e mais
Pedi ao vento pra trazer você aqui
Morando nos meus sonhos e na minha memória
Pedi ao vento pra trazer você pra mim

Vento traz você de novo
O Vento faz do meu mundo um novo
E voe por todo o mar e volte aqui
E voe por todo o mar e volte aqui
Pro meu peito..."


("Vento" composição de Márcio Buzelin, música do Jota Quest)

Comentários

Postagens mais visitadas